Publicado em 10 de Julho de 2021 | 08h27m

MP do Ceará verifica suspeita de Wesley Safadão ter se vacinado em local diferente do agendado por escolha de imunizante

Serão também requeridas informações sobre os servidores responsáveis pelo preenchimento dos cartões e pela aplicação da vacina.


Angelo Terto



O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) informou, nesta sexta-feira, que verifica uma suspeita de que o cantor Wesley Safadão, de 32 anos, teria se vacinado em local diferente do agendado por escolha do imunizante que queria receber. A informação consta numa nota publicada no site do órgão.

O MP-CE informou ter instaurado um procedimento preliminar de natureza criminal para apurar se a esposa do cantor, a influenciadora digital Thyane Dantas, furou a fila da vacinação. O órgão frisa que "conforme divulgado nas redes sociais, Thyane recebeu a vacina em Fortaleza nesta quinta-feira (08/07), aproveitando a ocasião em que o esposo foi vacinado, porém o nome dela não estaria nas listas de agendamento divulgadas pela Prefeitura de Fortaleza".

Para fazer a apuração, o MP-CE vai oficiará a Secretaria municipal de Saúde (SMS) de Fortaleza solicitando detalhes sobre o fato, em especial sobre lista de vacinados, o horário de vacinação do casal e informações a respeito de "sobras" de vacina. Serão também requeridas informações sobre os servidores responsáveis pelo preenchimento dos cartões e pela aplicação da vacina.

Thyane foi vacinada na manhã desta quinta-feira, em Fortaleza, sem estar na faixa etária adequada e sem agendamento. A assessoria de Wesley informou que a influenciadora tomou uma "dose de sangria", conhecida como "xêpa".

A Secretaria municipal de Saúde, porém, afirma que isso seria impossível antes do fim do expediente da imunização na capital, que é às 17h, e ainda frisou que ela não foi convocada para se imunizar. A Secretaria instaurou um processo de administrativo para averiguar a aplicação da vacina em Thyane.

Procurada, a assessoria de imprensa de Wesley Safadão informou que o cantor não se pronunciará sobre a apuração do MP.

Fonte: Extra 







COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE