Publicado em 26 de Maio de 2021 | 08h10m

Mandado de prisão contra Marilyn Manson é expedido e roqueiro é procurado pela polícia

Além das recentes acusações de abuso sexual, músico enfrenta dois processos de agressão no estado de New Hampshire


Angelo Terto



Marilyn Manson está cercado. Não no sentido literal, mas no sentido legal. O músico de 'The Beautiful People' está sendo procurado pelas autoridades de New Hampshire depois que um mandado de prisão foi expedido. Mas se engana quem acredita que eles se referem às recentes acusações de ataques sexuais feitas por várias mulheres. De acordo com os policiais que estão com o mandado de prisão, Manson pode ir para a cadeia por dois casos de agressão acontecidos em 2019 durante um show.

De acordo com o Departamento de Polícia de Gilford, New Hampshire, Manson é procurado pela agressão a um cinegrafista que trabalhou em uma apresentação do músico na cidade. O TMZ obteve um vídeo que mostra o roqueiro aproximando o rosto bem próximo da lente da câmera e dando uma cusparada no equipamento e no profissional. No vídeo, é possível ver que até os espectadores, que, em teoria, vibrariam com a atitude do músico, ficam enojados com a situação. A polícia confirma que a suposta agressão ocorreu durante aquele show de agosto de 2019, e diz que o cinegrafista, que estava na área do "gargarejo" no momento, foi contratado pelo local.

De acordo com fontes familiarizadas com o caso, o cinegrafista está alegando que um pouco da saliva de Manson o atingiu, e é por isso as autoridades foram procuradas. O departamento de polícia disse ao site que a suposta vítima "não sofreu ferimentos", mas que Manson foi acusado porque cuspir constitui "contato físico não privilegiado".

Policiais afirmam que Manson, seu agente e sua equipe jurídica sabem sobre o mandado há algum tempo e, apesar disso "nenhum esforço foi feito por ele para retornar a New Hampshire para responder às acusações pendentes". Procurados, representantes de Manson negam isso, e dizem que estiveram em contato com a polícia desde que o mandado foi emitido. Talvez agora, com novas e mais sérias acusações, esse seja um dos menores problemas enfrentados por Manson, que não fará um show em New Hampshire tão cedo.

Fonte: Monet 







COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE