Publicado em 25 de Novembro de 2021 | 07h41m

Após 'exibição pirata', Globo é punida e está proibida de entrar em Montevidéu para cobrir final entre Flamengo e Palmeiras.

Decisão da Libertadores acontece neste sábado.


Elen Carolina



Rio - A Rede Globo não tem os direitos de transmissão da Libertadores. Porém, de acordo com o portal "Notícias da TV", a emissora carioca não poderá nem mesmo cobrir os arredores do estádio Centenário antes e depois da decisão da Libertadores entre Flamengo e Palmeiras. Devido a uma "transmissão pirata", o grupo televisivo teria recebido uma punição da Conmebol.


A transmissão proibida teria acontecido durante a coletiva do técnico Abel Ferreira, do Palmeiras, na semifinal da competição entre Palmeiras e Atlético-MG. O evento aconteceu durante o programa Troca de Passes, do SporTV, e isso teria irritado a Conmebol.

De acordo com o portal, um dos detentores dos direitos de transmissão (SBT, Disney ou as redes sociais da Conmebol) percebeu a infração da Rede Globo e a denunciou para a Conmebol. Com problemas antigos para conseguir credenciais nas decisões, a emissora sabia desse veto desde a última semana.

A perda dos direitos de transmissão da Libertadores foi um grande impacto na pasta de esporte da emissora. De acordo com informações do próprio "Notícias da TV", o presidente da emissora, Jorge Nóbrega, fez um comunicado para os funcionários admitindo a crise no setor e traçou os planos para que o canal televisivo volte a ser competitivo no mercado.


O principal objetivo da Rede Globo na área do esporte será recuperar a transmissão da Libertadores, que atualmente é exclusiva na TV aberta pelo SBT. A emissora de Silvio Santos detém os direitos de transmissão da Copa Libertadores até o ano que vem. Nesse sentido, a Rede Globo só poderá exibir, novamente, a competição internacional a partir de 2023

Fonte: O Dia

Clique nos links abaixo e siga o Coluna Retratos nas redes sociais:

 Instagram / Facebook / Grupo Coluna Retratos no Whatsapp

Conmebol veta Globo na Libertadores após exibição 'pirata' de entrevista·  Notícias da TV

 






COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE